O presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que tem se pautado como um ponto de equilíbrio na relação institucional e que o Congresso nunca quis fazer o chamado “parlamentarismo branco”.

“O Congresso em nenhum momento quis fazer o que se diz pela rua, o chamado parlamentarismo branco. Ao contrário, nós queremos é fortalecer o Executivo, o Judiciário, o Parlamento. Isso eu tenho pregado sempre”, afirmou.

“Vocês têm acompanhado a minha atuação. O Brasil tem acompanhado. Eu tenho, em alguns momentos delicados e importantes da história nacional, me mantido na posição de conversa e de diálogo, porque só esse caminho constrói. Não podemos ficar discutindo as nossas divergências, a gente precisa construir as convergências porque a sociedade espera do parlamento isso”, afirmou Alcolumbre.

O senador se reuniu segunda-feira, 2, com o presidente Jair Bolsonaro e colocou na mesa a insatisfação do Legislativo com as falas e atitudes de integrantes do governo em apoio a manifestações contra a Câmara e o Senado. Segundo interlocutores, o senador avisou ao presidente que não vai mais tolerar ataques ao Congresso.

“Acho que o entendimento, o diálogo, a conciliação são fundamentais para conseguirmos avançar”, disse Alcolumbre. “A independência é fundamental, mas a harmonia também é fundamental. E isso só se consegue através do diálogo”, disse.

“Eu compreendo que o gesto do Poder Executivo, do governo federal, de cumprir o que fala porque o governo federal apoia o Orçamento Impositivo”, completou.