O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou nesta terça-feira que seu país "apoiará e se mobilizará com o Fundo Monetário Internacional para ajudar a Argentina". A declaração foi dada ao lado do presidente argentino, Alberto Fernández, que visitou o país europeu.

Macron notou que a situação econômica argentina é de "preocupação e mobilização", mas disse que apoia o esforço para estabilizar a economia do país sul-americano. Além disso, parabenizou Fernández pela eleição e se comprometeu a trabalhar para intensificar a relação bilateral.

Fernández, por sua vez, agradeceu a recepção em Paris e lembrou que passou por outros países da Europa, como Vaticano, Alemanha, Espanha, durante um giro no continente. O presidente agradeceu o apoio francês e lembrou que o país europeu não deixou de apostar na Argentina mesmo em momentos de crises econômicas anteriores graves. Além disso, disse estar feliz com a declaração de apoio da França à Argentina nas negociações com o FMI. "Resolver a questão da dívida é uma condição necessária para poder crescer", enfatizou.