O líder da maioria no Senado, o republicano Mitch McConnell, disse a senadores nesta terça-feira, 28, que ainda não tem os votos suficientes para bloquear a convocação de novas testemunhas para o julgamento do impeachment do presidente americano, Donald Trump, na Casa.

McConnell convocou uma reunião a portas fechadas com senadores do Partido Republicano logo depois que a defesa de Trump fez seus argumentos finais no julgamento hoje.

Os democratas, que têm 47 assentos no Senado, precisam que quatro republicanos se juntem a eles para aprovar uma moção que convoque novos testemunhos ou documentos. A votação deve ocorrer ainda nesta semana.

McConnell tem tentado impedir um julgamento prolongado e avisou os republicanos que o depoimento de John Bolton, ex-consultor de Segurança Nacional dos EUA, ou de outras testemunhas poderia levar a disputas legais que se estenderiam por semanas. Fonte: Associated Press