Delegado da polícia civil é baleado por agente da PM na zona leste de São Paulo

Geral
Tipografia
  • Pequenina Pequena Media Grande Gigante
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times
Um delegado da polícia civil de São Paulo foi baleado por um policial militar depois de uma discussão na zona leste da capital.

Segundo testemunhas, o policial civil, de 37 anos, foi repreendido por um comerciante depois de urinar na fachada da loja dele, na esquina da rua Irmã Carolina com a rua Álvaro Ramos, no Belenzinho. O policial militar, que passava pela região no momento, foi intervir na discussão e foi atacado pelo policial civil que estava armado e, em resposta, disparou dois tiros.

O policial civil foi atingido na perna e levado ao Hospital Santa Casa, onde foi colhido também amostras para exame toxicológico e de embriaguez. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o policial baleado estava afastado de suas funções por motivos médicos.

De acordo com a SSP, a arma do PM e do policial civil, que é particular, foram apreendidas para serem periciadas e o caso foi registrado como lesão corporal no 30° DP, do Tatuapé.

Em outra categoria

O empresário Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, conversou com jornalistas brasileiros minutos antes da abertura da 20° edição do Rock in Rio Lisboa, neste sábado, 15. Ao reafirmar que ajudou a construir o show business no Brasil quando lançou o Rock in Rio, em 1985, Medina disse que ainda tem vontade de surpreender o mercado e provar, sobretudo para uma nova geração, que é possível "fazer acontecer". "Recentemente, pedi para a minha equipe projetar um estacionamento para carros voadores para edição de 2026 do Rock in Rio. Por que não? Mesmo que ainda tenham poucos, vamos fazer", disse.

Medina ainda disse que trabalha em um projeto de transformar a Cidade do Rock brasileira em uma estrutura permanente, que possa atender à cidade em outros eventos.

"Podemos ter um mini shopping, hotel e teleférico, por exemplo". A descrição casa com o novo espaço em que a edição portuguesa ocorre neste ano, no Parque Tejo, que, em 2023, recebeu a Jornada Mundial da Juventude. O local fica próximo ao Parque das Nações, onde uma teleférico oferece uma vista panorâmica do Rio Tejo.

Toda essa estrutura extra música reforça a ideia de que os festivais precisam oferecer uma "experiência". "Mas é isso. O público não vai assistir apenas à banda, vai para ter essa experiência mesmo. Isso que será inesquecível para ele", disse Medina, sobre o que chamou de "estratégia da emoção" para atrair o público e fortalecer a marca.

"Você acha que o cara que viu a Madonna a 3km de distância na Praia de Copacabana ficou chateado com isso? Ele vai sempre se lembrar que estava lá", disse.

Questionado pela reportagem se os recentes cancelamentos das turnês que as cantoras Ivete Sangalo e Ludmilla fariam em estádios, que seriam produzidas pela empresa 30e, indicam algum problema no show business, Medina disse que o mercado da música está "normal".

"Não sei o que houve. Me parece que é uma empresa nova. O mercado está normal. Não aconteceu nada de extraordinário. Se a Ivete quiser, ela lota estádios no Brasil todo", disse o empresário.

Ivete se apresentará no Rock in Rio Lisboa no próximo dia 22 de junho, no segundo final de semana da edição lisboeta do festival.

Neste primeiro fim de semana, se apresentam bandas como Scorpions e Evanescense e os cantores Ed Sheeran e Jão. A expectativa de público é de 80 mil pessoas por dia.

*O jornalista viajou a convite do festival

Na última sexta-feira, 14, Anahí surpreendeu ao falar sobre o imbróglio judicial envolvendo a turnê Soy Rebelde Tour, do grupo RBD.

A cantora, abordada pela imprensa após um ensaio fotográfico, comentou sobre sua relação com o ex-empresário do conjunto, Guillermo Rosas, acusado de fraude monetária durante a turnê de reunião dos mexicanos, e de quem ela era amiga há 18 anos.

"O que posso dizer é que, como todo mundo, eu também quero clareza e que as coisas sejam colocadas em ordem para todos nós. Acho que isso é o que todos queremos e o que eu também quero", disse.

Anahí também afirmou estar aguardando o término de uma segunda auditoria sobre o caso, após a primeira ter determinado irregularidades na turnê que passou pelo Brasil em 2023.

A artista ainda celebrou o sucesso do reencontro do RBD. "Quando tomamos a decisão de fazer a Soy Rebelde Tour, fizemos isso com toda a alegria e amor do mundo para que eu estivesse junto novamente no palco. Eu não conseguia superar a emoção", contou, sem dar informações sobre uma possível sequência do projeto.

O velório do cantor Nahim, na última quinta, 13, gerou repercussão por elucidar desavenças entre a família do cantor. Uma delas foi a proibição de Noelle, primogênita de Nahim, de entrar no velório do próprio pai. A ordem veio da ex-mulher do cantor, Andreia de Andrade.

Nahim foi encontrado morto na casa onde vivia em Taboão da Serra, São Paulo, na última quinta, 13. Ele tinha 71 anos. A causa da morte ainda não foi identificada, mas o caso foi registrado como "morte suspeita", segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Andreia justificou a ausência de Noelle alegando que pai e filha não conversam desde 2009. Ela confirmou, em entrevista ao SBT, que a mulher de 39 anos, fruto do primeiro casamento de Nahim, não seria bem-vinda caso quisesse ir ao velório. "Não vai se despedir do pai. Não perca seu tempo", disse.

Quem é Andreia de Andrade?

Andreia de Andrade tem 52 anos e é empresária, mas ficou mais conhecida publicamente após participar de reality shows. Entre eles, o Power Couple, da Record TV, que disputou junto de Nahim. No programa, eles contaram que se conheceram em um acidente de carro. Nahim teria batido a traseira do carro no veículo de Andreia. Eles foram o terceiro casal eliminado da edição, com 18,13% dos votos.

Nahim e Andreia ficaram juntos por 13 anos, sendo cinco deles de casamento. Anunciaram a separação em outubro de 2023. "Nosso casamento chegou ao fim. Não teve briga, mágoa, traumas… A gente conseguiu enxergar que esse era o melhor caminho e vamos deixar de ser um casal do mesmo jeito que fomos um dia: com muito amor, respeito e amizade", afirmaram em comunicado.

Neste ano, já separada de Nahim, Andreia participou do reality A Grande Conquista, também da Record, sendo eliminada no início da maio. Atualmente, ela mantém 68,8 mil seguidores no Instagram.

Morte de Nahim

Nahim morreu aos 71 anos em sua residência, em Taboão da Serra, São Paulo, para onde se mudou após a separação de Andreia. Em nota enviada ao Estadão, a Secretaria de Segurança Pública do Estado disse que o caso foi registrado como "morte suspeita".

"Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência e, no local, apuraram que a vítima estava sozinha em casa, quando caiu da escadaria da residência. O Corpo de Bombeiros e o SAMU foram acionados e constataram o óbito. O corpo foi encaminhado ao IML e o caso foi registrado como morte suspeita no 1º DP de Taboão da Serra", afirma o comunicado.

Nahim despontou nos anos 1980 com hits como Dá Coração e Coração Melão. Frequentemente participava de programas apresentados por Silvio Santos, como o Qual é a Música, além de já ter sido participante do reality A Fazenda.

Em 2019, o cantor foi detido por descumprir medida judicial que o proibia de se aproximar de ex-mulher (anterior a Andreia). Ele cumpriu a medida em liberdade, e alegou que tentou visitar os cachorros na casa da ex. Em 2022, recebeu uma homenagem na Câmara Municipal de São Paulo. O cantor ganhou um certificado de "Ídolo Inesquecível" por conta do seu trabalho na música.