O grupo de 58 brasileiros que retornou da China e está hospedado na base aérea de Anápolis, em Goiás, já passou por todas as avaliações clínicas protocolares previstas pelo Ministério da Saúde e continua sem apresentar sintomas de contaminação pelo coronavírus. A informação foi divulgada no fim da tarde deste domingo, 9, pelo Ministério da Defesa.

O grupo é composto pelos brasileiros que estavam em Wuhan, na China, e foram trazidos de volta ao Brasil, além de tripulantes do voo e membros das equipes de saúde e comunicação envolvidos na operação de busca.

Durante o dia, o grupo recebeu as refeições programadas e teve a oportunidade de conhecer as instalações do hotel de trânsito da ala 2 da base aérea que foram reservadas para o período de quarentena que terá duração de 18 dias. O Ministério da Defesa informou ainda que os próximos boletins sobre o estado de saúde do grupo serão publicados diariamente.

Mais cedo, o presidente da República, Jair Bolsonaro, usou as redes sociais para dar boas-vindas ao grupo. "É muito bom tê-los de volta", declarou em um vídeo postado no Twitter. Bolsonaro também destacou o trabalho conjunto de Forças Armadas, ministérios das Relações Exteriores e Saúde, Câmara, Senado, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e governo de Goiás na operação para trazer os brasileiros da China.

O governo federal anunciou a decisão final de realizar a operação de busca no domingo passado, 2, após apelo dos brasileiros residentes na China e que estavam no epicentro do surto de coronavírus. Outros países, como Estados Unidos, Inglaterra, França e Japão, também resgataram seus cidadãos.