A diretoria do Palmeiras enfim fechou a sua primeira contratação para a temporada 2020, até agora mais marcada pela redução do elenco. Nesta sexta-feira, o clube anunciou a chegada do lateral-esquerdo Matías Viña, que estava no Nacional do Uruguai.

Para adquirir Viña e ficar com 60% dos direitos econômicos do defensor, o Palmeiras vai desembolsar R$ 19 milhões. E o clube assinou um contrato válido até o final de 2024 com o lateral-esquerdo uruguaio.

No Palmeiras, Viña chega para uma posição que mudou o seu titular nesta temporada, com a contratação de Vanderlei Luxemburgo. O treinador tem optado pela escalação de Victor Luis nas rodadas iniciais do Campeonato Paulista. Antes, no ano passado, a vaga era costumeiramente ocupada por Diogo Barbosa.

Viña, embora com apenas 22 anos, possui experiência na seleção uruguaia, pela qual estreou em 2019, tendo atuado seis vezes com a camisa celeste. Além disso, possui passagem pela equipe sub-20, tendo sido, inclusive, campeão do Sul-Americano da categoria em 2017.

Ele deixa o Nacional tendo no currículo a conquista de um título uruguaio e de uma Supercopa do Uruguai, ambas em 2019. No ano passado, disputou 50 partidas pelo clube, com cinco gols marcados. Foi uma temporada brilhante para o defensor, que foi eleito o melhor jogador do campeonato nacional. Isso o colocou no radar de times do futebol europeu, mas foi o Palmeiras que conseguiu fechar a sua contratação, oficializada nesta sexta.