O atacante Pedrinho tem sido a válvula de escape do ataque do Corinthians. Costuma sair dos pés do jogador, aberto pela direita, as principais jogadas ofensivas da equipe. Mas tem sido muito pouco para um time que pretende chegar ao título do Campeonato Brasileiro. O jogador sabe que o time está devendo e acredita que esse elenco pode até jogar bonito.

"Creio que a gente tem jogadores de alto nível que podem desempenhar um bom futebol. Não só vencer, mas fazer com que seja um jogo bonito. Estamos trabalhando nisso para que possamos evoluir sempre", disse o jogador, em entrevista nesta terça-feira.

O atual grupo corintiano e o técnico Fábio Carille têm sido bastante cobrados pelo futebol defensivo. Recentemente a torcida Gaviões da Fiel foi protestar no Centro de Treinamento, pedindo mais raça e também um futebol mais ofensivo.

"É um empurrão a mais (da torcida). Nesses momentos a torcida cobra, mas, quando tem que apoiar, eles sempre estão do nosso lado. No estádio não criticam ou vaiam, apoiam os 90 minutos. Quando eles cobram, tem que escutar", comentou.

Pedrinho, no entanto, não soube explicar o que acontece com a equipe que não consegue vencer por mais de dois gols de diferença. Na atual temporada, o Corinthians não derrotou nenhum adversário por três os mais gols.

"Não sei o motivo que isso acontece. Em alguns jogos a gente faz grandes partidas, em outro apenas vencemos. Se a gente faz um bom futebol, estamos mais perto das vitórias. Tentamos dar o máximo não só para vencer, mas também agradar aos torcedores", justificou.

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar a Chapecoense, em Chapecó, em duelo adiado da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para a partida, Carille confirmou o retorno de Vagner Love, que estava suspenso na vitória sobre o Vasco no último domingo.

A dúvida é saber quem sairá da equipe. A tendência é que Boselli volte para o banco de reservas, mas também existe a opção de Love substituir Clayson. Para Pedrinho, é indiferente quem deixará o time. "Para mim não muda muito, eu acabo exercendo a mesma função. Quando tem dois atacantes, tem mais gente dentro da área. Mas são decisões, tem que estar de cabeça levantada para decidir a melhor jogada possível."

RENOVAÇÃO - Pedrinho voltou a declarar a intenção de seguir no Corinthians. O jogador tem contrato até o final do ano que vem e seu empresário já iniciou conversas com a diretoria corintiana pela renovação.

"Meu empresário é sempre muito claro quando acontece algo, ele falou que conversou com o Duílio e o Andrés, não entrou em detalhes, só falou que o clube quer renovar. Como temos interesse, isso vai andar de agora em diante", disse o atacante. "Isso só foi conversado, não passou de uma conversa. Meu desejo é ficar. Quando soube que o Corinthians quer renovar comigo fiquei feliz. Agora é trabalhar jogo a jogo para quando o Corinthians quiser a gente renovar."