A australiana Ashleigh Barty e a checa Karolina Pliskova sofreram um pouco, mas confirmaram favoritismo nesta segunda-feira em suas respectivas estreias no US Open, Grand Slam realizado em Nova York. Já a veterana Venus Williams, de 39 anos e campeã da competição em 2000 e 2001, abriu campanha com um triunfo arrasador.

Atual vice-líder do ranking mundial e cabeça de chave número 2 do torneio norte-americano, Barty precisou buscar uma vitória de virada sobre a casaque Zarina Diyas, superada por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/2. Pliskova, terceira colocada da WTA, teve de disputar dois tie-breaks para derrotar a sua compatriota Tereza Martincova com 7/6 (8/6) e 7/6 (7/3). Venus, hoje a 52ª tenista do mundo, atropelou a chinesa Saisai Zheng, a 38ª, por 6/1 e 6/0, em apenas 1h06min de confronto.

Com a vitória sobre Zarina Diyas, a 80ª jogadora do ranking, Barty avançou para encarar na segunda rodada do US Open a norte-americana Lauren Davis, que em outro duelo do dia eliminou a sueca Johanna Larsson com parciais de 7/5 e 6/2.

Pliskova também não teve moleza para despachar a sua compatriota Martincova, apenas a 138ª da WTA, mas que chegou a quebrar o saque da favorita por seis vezes na partida desta segunda, quando também foi superada com o serviço na mão em outras seis ocasiões. E ao passar pela estreia, a número 3 do mundo se credenciou para enfrentar na próxima fase a georgiana Mariam Bolkvadze, que abriu campanha derrotando a norte-americana Bernarda Pera com 6/3, 5/7 e 6/4.

Já a adversária seguinte de Venus será a ucraniana Elina Svitolina, atual quinta tenista da WTA, que em sua estreia eliminou a promessa norte-americana Whitney Osuigwe, de 17 anos, que é a atual campeã mundial júnior da Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês). A jovem, que figura na 109ª posição do ranking mundial, foi derrotada por 6/1 e 7/5.

KERBER CAI - Campeã do US Open em 2016, a alemã Angelique Kerber não conseguiu justificar a sua condição de 14ª cabeça de chave em sua estreia nesta edição do Grand Slam. A tenista, que também ocupa o 14º lugar na WTA, foi superada pela francesa Kristina Mladenovic com parciais de 7/5, 0/6 e 6/4 e assim já deu adeus ao sonho do bicampeonato.

Atual 54ª tenista do mundo, a francesa avançou para encarar na segunda rodada a sua compatriota Fiona Ferro, que abriu campanha despachando a australiana Daria Gavrilova por 6/3 e 6/4.

Já a britânica Johanna Konta fez valer a condição de 16ª pré-classificada na estreia ao bater a russa Darya Kasatkina com 6/1, 4/6 e 6/2. E a próxima rival da jogadora da Grã-Bretanha será outra representante da Rússia: Margarita Gasparyan, que nesta segunda-feira eliminou a australiana Priscilla Hon por 7/6 (7/4) e 6/4.

A letã Anastasija Sevastova, a croata Petra Martic, a taiwanesa Su-Wei Hsieh, a grega Maria Sakkari e a ucraniana Dayana Yastremska foram outras tenistas que confirmaram o status de cabeças de chave com vitórias em suas estreias nesta segunda-feira em Nova York. Situação diferente amargou a francesa Caroline Garcia, 27ª pré-classificada, eliminada na primeira rodada pela tunisiana Ons Jabeur com parciais de 7/6 (10/8) e 6/2.