Os Estados Unidos criaram 273 mil empregos em fevereiro, segundo dados com ajustes sazonais publicados hoje pelo Departamento do Trabalho. O resultado superou o teto das previsões de analistas consultados pelo Projeções Broadcast, que variavam de 140 mil a 230 mil vagas, com mediana de 174 mil.

A taxa de desemprego, por sua vez, caiu de 3,6% em janeiro para 3,5% em fevereiro. Neste caso, a previsão era de manutenção da taxa.

Os números de criação de postos de trabalho dos dois meses anteriores foram revisados para cima: o de janeiro, de 225 mil para 273 mil, e o de dezembro, de 145 mil para 184 mil.

O salário médio por hora dos trabalhadores aumentou 0,32% em fevereiro ante janeiro, ou US$ 0,09, para US$ 28,52 por hora. Na comparação anual, o acréscimo foi de 3%. Analistas esperavam ganho mensal um pouco menor, de 0,30%, mas o acréscimo anual veio como previsto.

Já a fatia da população dos EUA que participa da força de trabalho ficou inalterada em fevereiro ante o mês anterior, em 63,4%. Com informações da Dow Jones Newswires.