O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e o Ministério Público Federal (MPF) assinaram um acordo para troca de informações e dados entre os órgãos. A cooperação ajudará, por exemplo, em investigações de cartel e outros ilícitos concorrenciais.

O acordo foi assinado pelo presidente do Cade, Alexandre Barreto, e pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.

Em breve discurso, Aras disse que o acordo ajudará a fortalecer a atuação dos dois órgãos. "As instituições são permanentes e devem ser fortes para sustentar a nação, independentemente de governos, que são sempre temporários", afirmou.