As bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 29, dia em que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) decidiu manter as taxas dos Fed funds como previsto. O mercado também acompanhou entrevista coletiva do presidente da instituição, Jerome Powell, sobre decisão de política monetária. Em meio ao monitoramento de investidores em relação a disseminação do novo coronavírus, Powell mencionou incertezas no cenário, como os efeitos do surto e a política comercial, além de citar que a valorização de ativos estaria "elevada".

O índice Dow Jones fechou em leve alta de 0,04%, em 28.734,45 pontos, o Nasdaq subiu 0,06%, a 9.275,16 pontos. Ja o S&P 500 fechou em queda de 0,09%, a 3.273,40 pontos. O setor de energia teve a maior queda, de 1,07%. Destaque para as ações ConocoPhillips, que apresentaram desvalorização de 1,13%, e as da Chevron caíram 0,67%.

O mercado acionário já aguardava decisão do Fed com otimismo, e os índices apresentavam altas desde a abertura dos mercados, sustentados por fortes resultados corporativos recentes. Com a manutenção dos juros na faixa entre 1,50% e 1,75% ao ano, o mercado acelerou ganhos, com alguns analistas citando o fato de que o Fed manterá as operações de repo (recompra) por mais tempo e ponderando que as reservas amplas no sistema bancário podem ser positivas para que mais dinheiro chegue ao mercado acionário.

A Wells Fargo avalia, em relatório enviado a clientes, que ao apontar, em comunicado, o consumo das famílias e a inflação, o Fed reafirma uma posição mais dovish. "O comitê observou que os gastos das famílias têm aumentado a um nível moderado, o que representa um leve rebaixamento em relação ao ritmo forte citado em dezembro. Além disso, o Fomc Comitê Federal de Mercado Aberto disse que a atual postura de política Monetária deve apoiar o retorno da inflação à meta de 2%. Anteriormente, a declaração dizia 'próximo' do alvo. Em nossa opinião, essa mudança reflete a disposição do Fomc de permitir que a inflação fique um pouco acima do alvo por algum tempo".

Próximo ao horário de fechamento, no entanto, os índices acionários de Nova York perderam força e o S&P virou para o negativo, enquanto o presidente do Fed, Jerome Powell, concedia entrevistas coletiva. O dirigente afirmou que a "valorização de ativos no mercado financeiro está, em alguma medida, elevada". Ele também acrescentou que a economia chinesa em desaceleração naturalmente afeta os Estados Unidos, por sua importância.

Ainda no cenário internacional, grandes companhias aéreas decidiram suspender voos para a China. American Airlines, British Airways, Air Canada, Lufthansa e Iberia estão cancelando temporariamente, rotas para Pequim e Xangai, por exemplo.