Um grupo de manifestantes realizou, na noite deste sábado (7), um protesto contra o que classificam como censura do prefeito Marcelo Crivella (PRB) à literatura na Bienal do Livro, no Riocentro.

Carregando livros com temática LGBT, o grupo circulou pelos corredores da Bienal gritando palavras de ordem como "não vai ter censura". Em dado momento, próximo ao local onde fiscais da prefeitura permaneciam em reunião com organizadores da Bienal, um casal de homens se beijou na boca.

O grupo também declamou o artigo da Constituição Federal que proíbe a censura, além de versos da oração de São Francisco. O grupo continuava reunido às 20h50, gritando palavras de ordem contra Crivella.