O juiz Sérgio Moro, indicado para o Ministério da Justiça e Segurança Pública pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, deverá fazer parte da equipe de transição, que começou a trabalhar na segunda-feira, 5, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília. A informação é da assessoria da equipe de transição.

Os primeiros nomes da equipe, que terá 50 integrantes remunerados, foram divulgados na segunda-feira. O nome de Moro, porém, deverá estar em uma das últimas listas - ainda não há confirmação de data de publicação. O juiz está de férias e embarca amanhã para Brasília para as primeiras reuniões com o futuro governo.