A Costa Rica enviou policiais à fronteira com a Nicarágua após denúncias de uma incursão militar. A ação matou um nicaraguense, que era perseguido pelo Exército de seu país, afirmou nesta segunda-feira, 26, o governo da Costa Rica. Mais de 62 mil nicaraguenses buscaram asilo no país vizinho, fugindo do governo de Daniel Ortega. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.