O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cumpriu a promessa realizada mais cedo e voltou a elevar tarifas contra produtos da China. A medida, anunciada nesta sexta-feira pelo Twitter, é uma resposta às tarifas anunciadas mais cedo por Pequim contra cerca de US$ 75 bilhões em produtos americanos.

Trump afirmou há pouco que elevará de 25% para 30% as tarifas sobre US$ 250 bilhões em produtos chineses a partir de 1º de outubro. Além disso, os US$ 300 bilhões restantes em produtos da China, que seriam tarifados em 10% a partir de 1º de setembro, sofrerão agora tarifa maior, de 15%.

Em suas mensagens, Trump voltou a criticar o fato de a China supostamente "levar vantagem" sobre os EUA há vários anos no comércio, na propriedade intelectual e em outras áreas. Para ele, as tarifas anunciadas mais cedo por Pequim foram "politicamente motivadas".