As autoridades da Indonésia anunciaram hoje (14) que localizaram a segunda caixa preta que registra o áudio da cabine do avião da Lion Air, que caiu naquele país em outubro do ano passado, matando 189 pessoas. Apesar do nome, a caixa preta dos aviões tem  a cor laranja para facilitar a  localização  em caso de acidente.

"Recebemos a confirmação esta manhã do presidente do Comitê Nacional de Segurança nos Transportes", disse o vice-ministro do Mar, Ridwan Djamaluddin.

Restos humanos também foram descobertos no mesmo local onde as equipes de investigação encontraram o equipamento que registra o áudio, acrescentou Djamaluddin.

Se caixa preta que anota as conversas entre os pilotos não estiver danificada poderá fornecer informações adicionais valiosas aos investigadores.

Uma das caixas, a que guarda os dados do voo, foi encontrada pouco depois do acidente. Ela mostrou que o indicador de velocidade do avião havia apresentado defeitos nos últimos quatro voos do avião da Lion Air, antes de este cair no Mar de Java.

O voo JT610 caiu no mar 13 minutos depois de decolar de Jacarta, capital do país, com destino a uma ilha vizinha, e logo após o piloto pedir para regressar ao aeroporto na capital, no dia 29 de outubro.