As doenças renais crônicas (DRC) podem afetar tanto a estrutura quanto a função dos rins, órgãos que desempenham um papel fundamental no organismo. São eles que filtram o sangue e auxiliam na eliminação de impurezas do corpo. Quando não cumprem bem esse papel, outras complicações podem aparecer.

Qualquer pessoa pode ter doença renal, mas quem tem diabete, obesidade ou hipertensão arterial tem mais riscos. Além disso, a enfermidade não apresenta sintomas na maioria dos casos e pode se tornar grave com o tempo.

Por isso, manter exames em dia e ter uma vida saudável, evitando fatores de risco, é a melhor forma de prevenção. Para ajudar nisso, a campanha Dia D da Diálise, que ocorre em São Paulo nesta quinta-feira, 29, a partir das 10h, oferece testes gratuitos, informações e a oportunidade de conversar com especialistas.

O evento ocorre simultaneamente na estação Luz do Metrô e no vão livre do Masp. Serão oferecidas aferição de pressão arterial, medição da glicemia, distribuição de folders educativos e conversas com nefrologistas e enfermeiros.

Com o tema Vidas importam! A diálise não pode parar, a campanha está em sua segunda edição e é realizada pela Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplante (ABCDT). Em 2018, mais de 40 cidades brasileiras participaram ativamente do Dia D.

O que é diálise?

A diálise consiste em um tratamento contínuo para suprir algumas das funções dos rins quando eles funcionam mal. Estima-se que 70% das pessoas com DCR precisem ser submetidas a essa terapia. No Brasil, 122 mil indivíduos convivem com a enfermidade e dependem de tratamento intensivo para manter uma vida próxima do normal.

Existem dois tipos de diálise: a hemodiálise e diálise peritonial. A primeira requer o deslocamento do paciente até uma clínica especializada, onde deve permanecer por um tempo médio de quatro horas, cerca de três vezes por semana. Já a segunda pode ser feita em casa, durante o sono, todos os dias e requer a implementação de um cateter no abdome para a realização.

Serviço

Dia D da Diálise - Vidas importam! A Diálise não pode parar

Data: 29 de agosto de 2019

Horário: das 10h às 17h

Local: Estação Luz do Metrô (Avenida Cásper Libero, 598, centro) e Vão do Masp (Avenida Paulista, 1578)