O sonho da casa própria se tornou realidade para 612 famílias de baixa renda em Itaquaquecetuba, na Região Metropolitana de São Paulo. Elas receberam nesta quinta-feira (16) as chaves de suas moradias, no Condomínio Jardim Altos do Pinheirinho I, construído por meio de parceria entre os programas Casa Paulista, do Governo do Estado e Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

O governador Geraldo Alckmin participou da entrega das unidades habitacionais. “Não é fácil ter acesso à moradia. A entrada é alta e a prestação muito cara. Os juros são caros. São Paulo investe 1% do ICMS só para a habitação. Casa para quem não tem casa, famílias de menor renda. E moradia gera muito emprego”, disse Alckmin.

Entre os beneficiados, estão 200 famílias que viviam em áreas consideradas de risco, nas localidades de Marengo Baixo, Vila Maria Augusta, Mascarenhas, Vila Japão e Jardim Karine. As outras 412 moradias foram distribuídas a famílias cadastradas pela Caixa Econômica Federal, incluindo 19 idosos e 19 pessoas com deficiência.

A moradora Aparecida Maria demonstrou todo o seu contentamento ao receber as chaves  de seu apartamento. “É uma sensação muito boa. Eu agradeço muito a Deus por isso. É muita emoção para uma pessoa de 58 anos conseguir a minha casa própria”.

O condomínio habitacional é resultado de empreendimento conjunto do Casa Paulista, do Governo do  Estado, e Minha Casa Minha Vida, do governo federal.  Foram investidos R$ 58,3 milhões, sendo R$ 11,8 milhões a fundo perdido pelo governo estadual e os R$ 46,5 milhões restantes  por parte do governo federal.

As unidades habitacionais foram financiadas com prazo de pagamento de 120 meses e prestações subsidiadas pelos governos estadual e federal, que variam entre R$ 80 e R$ 270 mensais.  O Governo do Estado participa com subsídio de R$ 19,2 mil por unidade.

Os apartamentos do conjunto habitacional tem 64,22 m2 de área construída e estão distribuídos em 51 blocos. Possuem piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos nas paredes da cozinha e do banheiro, medição individualizada de água e acessibilidade. Contam ainda com ampla infraestrutura urbana, com área de lazer, pavimentação, paisagismo, iluminação pública, saneamento básico e energia elétrica. Nas áreas comuns, os moradores vão dividir um centro comunitário, com playground, quadra polesportiva e estacionamento.

Mais habitações
A política habitacional do Governo do Estado é desenvolvida pelo programa Morar Bem Viver Melhor, que reúne todas as ações e investimentos da Secretaria de Estado da Habitação, e a agência Casa Paulista, criada em setembro de 2011. Desde então,  a CDHU e a Casa Paulista entregaram 26.264 moradias populares na Região Metropolitana de São Paulo e mais 26.395 unidades estão em construção.

Em Itaquaquecetuba, além dos 612 apartamentos do Condomínio Jardim Altos do Pinheirinho I, já foram entregues 298 moradias e há outras 840 unidades em construção.