A conquista de seis pontos nos últimos 18 disputados nos seis jogos do Campeonato Brasileiro não assustam o zagueiro Luan Peres, que fez sua estreia pelo Santos, sábado, no Maracanã, na derrota por 1 a 0 para o Flamengo. Segundo o defensor, que também pode atuar na lateral esquerda, a má fase da equipe da Vila Belmiro vai acabar em breve.

"O campeonato é muito longo. Todo mundo passa por momentos ruins. Palmeiras e Flamengo já passaram e o Santos vai passar também", disse o atleta, ao chamar atenção para o fato de o time não repetir os tropeços diante do Fortaleza (3 a 3) e Athletico-PR (1 a 1) em casa. "Isso não pode mais acontecer", completou Luan Peres, que gostou de sua primeira partida na equipe do técnico Jorge Sampaoli.

"Eu estava preocupado sobre o ritmo, cansaço, mas com o decorrer da partida foi tudo normal. Foi super válido e faço boa análise, tive grande estreia. Tenho que pensar em evoluir, claro, na lateral ou de zagueiro, mas pela circunstância, grande adversário, foi estreia válida", afirmou o jogador, de 25 anos, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Sem jogar desde maio, quando atuava pelo belga Brugge, Luan Peres destacou o trabalho feito no elenco do Santos para os jogadores que não são titulares. "Fazemos muitos amistosos. Isso conta bastante. A cada 15 dias tem um jogo, todos ficam com ritmo. Não é igual a um jogo, mas chega próximo. Todos acabam tendo ritmo. É importante. Não pedi para sair, mas não sei se aguentaria os noventa minutos, poderia sentir algum cansaço. Estava, inteiro, falei no intervalo que estava bem e foi opção tática", disse o atleta, se referindo ao fato de que foi substituído por Uribe no decorrer da partida contra os flamenguistas.

Depois do domingo de folga, os jogadores do Santos voltaram aos treinamentos nesta segunda-feira, quando deram início para a preparação do duelo de sábado, na Vila Belmiro, às 21 horas, contra o Grêmio, pela primeira rodada do returno do Brasileirão. Sampaoli deverá contar com o retorno de Diego Pituca, que cumpriu suspensão no sábado, e Evandro, em fase final de recuperação de lesão.

Após a derrota para o Flamengo, o Santos perdeu a vice-liderança do Brasileiro para o Palmeiras, que tem 39 pontos, enquanto o time santista está com 37 e a cinco do líder Flamengo.