Embora ainda não tenha voltado a jogar pelo Tottenham por causa de uma lesão no tornozelo, Harry Kane foi incluído nesta quinta-feira em uma lista prévia de convocados da seleção inglesa para a fase final da Liga das Nações da Uefa, que será realizada em Portugal entre os dias 5 e 9 de junho.

O atacante foi confirmado em uma listagem ampliada de 27 jogadores chamados pelo técnico Gareth Southgate. A Inglaterra vai enfrentar a Holanda na segunda semifinal da competição, no dia 6, em Guimarães, um dia depois de Portugal e Suíça medirem forças na Cidade do Porto, onde será definido o primeiro finalista.

Kane está sem jogar desde 9 de abril, quando se lesionou em partida contra o Manchester City pelas quartas de final da Liga dos Campeões. E a temporada 2018/2019 do Tottenham ainda irá até o dia 1º de junho, quando o time londrino enfrentará o Liverpool, em Madri, pela grande decisão do torneio continental.

Este seria o único confronto oficial que Kane deverá disputar antes de defender a seleção inglesa na fase final da Liga das Nações. Nesta quinta-feira, Southgate diz que ele estava "mantendo a porta aberta" para o atacante, capitão da equipe nacional, embora admita que ainda não sabe qual será a condição do atleta no início do próximo mês. "Ele está trabalhando para estar apto para sua final (da Liga dos Campeões)", afirmou o comandante, que depois admitiu: "Temos de ver como isso vai progredir, realmente".

Se Kane se recuperar a tempo de atuar na decisão pelo Tottenham, ele deverá participar de três partidas em apenas nove dias, pois a final da Liga das Nações, assim como o jogo que valerá o terceiro lugar da competição, ocorrerão no dia 9 de junho.

"Teremos de olhar o pós-final da Liga dos Campeões, vamos ter de avaliar a todos, realmente, por causa do aspecto físico daquele jogo e por causa das consequências emocionais daquele jogo", ressaltou Southgate, se referindo ao fato de que outros jogadores envolvidos nesta decisão entre Liverpool e Tottenham também figuram nesta pré-lista de convocados para o estágio derradeiro da Liga das Nações.

Há oito nomes na listagem de Southgate que estão envolvidos na decisão da Liga dos Campeões, sendo cinco do clube de Londres e três da equipe dirigida por Jürgen Klopp.

Antes da decisão do principal interclubes do Velho Continente, Arsenal e Chelsea se enfrentam no próximo dia 29 na final da Liga Europa, em Baku, no Azerbaijão. Porém, só um atleta destes dois times (Ross Barkley, do Chelsea) está neste grupo que atuará pela equipe nacional na fase final da Liga das Nações.

O meio-campista Ruben Loftus-Cheek também figuraria nesta pré-lista visando o próximo estágio do torneio continental, mas ele se lesionou em um amistoso que o Chelsea fez contra o New England Revolution, na quarta-feira à noite, em Boston, nos Estados Unidos.

A equipe de Londres venceu o confronto com o time norte-americano por 3 a 0, com dois gols de Ross Barkley e um do francês Olivier Giroud, mas Loftus-Cheek deixou a partida com suspeita de ter rompido o seu tendão de Aquiles.

Essa lista de 27 jogadores chamados por Southgate deverá sofrer quatro cortes e ser reduzida para 23 nomes no próximo dia 27 de maio, quando deverá ser determinado o grupo definitivo para a fase final da Liga dos Nações.

Confira a pré-lista de convocados da Inglaterra:

Goleiros - Jack Butland (Stoke City), Jordan Pickford (Everton) e Tom Heaton (Burnley).

Defensores - Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Joe Gomez (Liverpool), Ben Chilwell (Leicester), Harry Maguire (Leicester), Michael Keane (Everton), John Stones (Manchester City), Kyle Walker (Manchester City), Danny Rose (Tottenham) e Kieran Trippier (Tottenham).

Meio-campistas - Dele Alli (Tottenham), Eric Dier (Tottenham), Harry Winks (Tottenham), Jordan Henderson (Liverpool), Ross Barkley (Chelsea), Declan Rice (West Ham), Fabian Delph (Manchester City), Jesse Lingard (Manchester United), James Ward-Prowse (Southampton) e Nathan Redmond (Southampton).

Atacantes - Marcus Rashford (Manchester United), Jadon Sancho (Borussia Dortmund), Harry Kane (Tottenham), Callum Wilson (Bournemouth) e Raheem Sterling (Manchester City).