A Petrobras informou a empresas distribuidoras de gás natural que vai reduzir o preço do GLP para fins comerciais e industriais (embalagens acima de 13 kg) entre 5,2% e 5,9%, dependendo do polo de suprimento. A queda do preço valerá a partir de quarta-feira, nas refinarias da estatal.

Em comunicado ao mercado, o Sindigás, que representa as distribuidoras, informou que o valor do GLP empresarial ficará 44% mais caro do que o gás para fins residenciais. "A entidade reforça que a falta de uma política de preços para o GLP empresarial faz persistir essa diferença de preços entre o GLP residencial e o empresarial", traz o comunicado.