A 245° reunião ordinária da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) foi encerrada na noite dessa quinta-feira (9/6) com a aprovação de 250 projetos que se candidataram à captação de recursos de renúncia fiscal via Lei Rouanet. Eles somam um montante de R$ 180,4 milhões passíveis de serem investidos em projetos culturais. Ao todo, 268 projetos foram avaliados durante a quinta reunião da comissão em 2016. Confira os pareceres. 

A maior parte dos projetos analisados foi da área de Artes Cênicas, com 83 propostas ou 31% do total. Em seguida estão Música (68), Humanidades (54), Artes Visuais (31), Audiovisual (26) e Patrimônio Cultural (6). 

Quanto à região do País, a maioria das propostas aprovadas, com índice de 64% do total, foi proveniente da região Sudeste, com 172 projetos. Em seguida, vieram as regiões Sul (69), Nordeste (16), Centro-Oeste (7) e Norte (4). 

Como tradicionalmente ocorre, a plenária final da CNIC foi transmitida ao vivo por meio site e das redes sociais do Ministério da Cultura (MinC), garantindo a transparência dos processos analíticos, debates e decisões. 

Aqueles proponentes que tiveram parecer favorável a s seus projetos deverão aguardar publicação da portaria de autorização para captação de recursos no Diário Oficial da União. Eles também devem acompanhar o Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (Salic), uma vez que as comunicações e solicitações complementares, caso necessárias, se dão exclusivamente por essa ferramenta.

A próxima reunião da CNIC ocorrerá entre 5 e 7 de julho, em Brasília. 

Com informações do Ministério da Cultura